[Projeto EXPRESSÃO] A favor do uso do uniforme na França

Juliette Rodrigues da Costa, Université de Poitiers

Este ano, foi registrado um aumento de 80% dos casos de extorsões entre os alunos franceses. Várias Instituições de ensino estão se perguntando se restabelecer o uso do uniforme obrigatório não seria a solução para este problema que é cada vez mais importante. Quando eles comparam os seus números aos de outras instituições de ensino francesas, onde o uso do uniforme é obrigatório, é alarmante, de fato, a extorsão é totalmente inexistente em algumas de estas escolas.

Na França desde 1968 as escolas onde o uso do uniforme é obrigatório não são numerosas. Mas essas escolas e as de muitos outros países mostram que o uniforme nos permite lutar contra a violência diária os alunos podem sofrer.

Quando os uniformes foram estabelecidos na França era para reduzir a diferença entre as classes sociais, colocar os alunos em uma certa igualdade. A fim de evitar a discriminação, o ciúme entre os alunos, mas também para ajudar os pais financeiramente.

Hoje, anos depois, encontramos os mesmos problemas, crianças, pais e professores queixam se do aumento da violência e da discriminação nas escolas. Muitos pais sofrem por não poder comprar roupa de marca para os seus filhos sabendo que eles podem ser rejeitados por parte dos seus colegas.

O uniforme pode não somente evitar a tirania das marcas e a discriminação que a acompanha, mas também faz com que os alunos prestem menor atenção aos aspectos exteriores dos colegas, permitindo que descubram o valor do outro sem se preocupar da aparência. Dar valor ao ser e não ao parecer. Isto pode permitir uma melhor integração dos novos alunos na instituição.

Eu vou lhes dar como exemplo, o meu caso. Eu estudei um ano no Brasil e eu tive que usar o uniforme. Confesso-lhes que, quando a diretor da escola me disse que eu tinha que comprar o uniforme da escola, eu estava um pouco reticente no início. Eu, que nunca tinha usado uniforme da minha vida. Mas eu percebi que graças a isso eu me senti muito rapidamente integrada. Eu não tinha a sensação de ser estrangeira, éramos todos iguais. Os meus colegas descobriram que eu era estrangeira conversando comigo. E eu descobri, conversando com eles, que alguns deles moravam nas favelas e outros eram filhos de diplomata, ou empresários. Nada nos distinguia e não havia grupo em relação às classes sociais.
O uniforme assegura realmente uma certa coesão dentro de um grupo, oferece um sentido de pertença e encoraja o espírito de equipe.

Penso que o uso de uniforme também permite aumentar o nível de segurança. De fato, as crianças que vestem o uniforme podem ser identificadas facilmente durante as saídas escolares, e os intrusos na escola são facilmente detectados, o que faz com que o trabalho dos professores seja mais fácil, e a segurança mais forte.

Enfim, para concluir no que se refere ao aspecto do uniforme, penso que é necessário envolver a associação dos alunos na escolha do corte e das cores.

Anúncios